yukiya-amano_4

O Secretário-geral da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), Yukiya Amano, abordou a situação dos programas nucleares de Coreia do Norte e Irã durante apresentação ao 1460º Encontro do Conselho de Governadores da organização. Também foram discutidas as contribuições da tecnologia nuclear para o desenvolvimento dos países e das sociedades.

 

AUSTRIA-NUCLEAR-IAEA-HEADQUARTERS

 

Amano afirmou que continua “muito preocupado com o programa nuclear da República Popular Democrática da Coréia [Coreia do Norte]. É profundamente lamentável que a RPDC continue a não mostrar nenhum sinal de que esteja disposta a cumprir as resoluções pertinentes do Conselho de Segurança da ONU”. O comentário acerca da situação norte-coreana ocorre semanas após uma resolução do CSNU condenando as ações do país no desenvolvimento de seu programa nuclear e de desenvolvimento de mísseis balísticos.

 

aiea

 

Em relação ao Irã, o chefe da AIEA afirmou que a Agência continua a analisar a implementação do Plano de Ação firmado entre negociadores internacionais e o país e que tem por objetivo impedir o desenvolvimento de armas nuclear e garantir o uso pacífico de seu programa nuclear.

 

Austria-Iran-Nuclear_Horo-e1401748045152

 

Ainda, o Secretário-geral informou que a AIEA recebeu um convite para se fazer representada durante uma conferência das Nações Unidas que negociará um acordo juridicamente vinculante para banir armas nucleares e que ocorrerá entre os dias 15 de junho e 7 de julho de 2017 em Nova Iorque. Durante palestra realizada em Belo Horizonte em maio de 2017, o juiz brasileiro na Corte Internacional de Justiça, Antônio Augusto Cançado Trindade frisou a importância histórica da conferência e fez votos para que sua conclusão seja bem-sucedida.

 

Autor: Wilson Fernandes Negrão Júnior